Twink (cultura gay)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
FNM.png Este artigo pode te levar para o lado rosa da Força!

E já viajou num Fucker 100.

Não o leia, exceto se você for macho, mulher ou está pintando as unhas de glitter.


Cquote1.png Você quis dizer: Twitter Cquote2.png
Google sobre Twink (cultura gay)
Cquote1.png SÃO GATINHOS D+! Cquote2.png
Gurias retardadas sobre Twink
Cquote1.png Foda-se, eles nunca vão pegar você mesmo, são gays... Cquote2.png
Troll respondendo à citação acima

Não queríamos te perturbar com um Twink de verdade, então toma alguns twinkies falsos. Desculpa mulheres!

Twink ou twinkie é aquele rapaz jovem, gostosinho e bonitinho, mas que assim como uma gostosa lésbica, não sabe o que está perdendo ao se deixar ser comido e penetrado, sendo que só é gay porque não viu minha buceta ainda. É tão bonitinho, coitado, que às vezes parece uma mulher.

Esse termo surgiu do pastel chamado Twinkie, que parece um pênis ejaculando quando você o aperta.

Podem também ser chamados de GGG (gatinhos, gostosos e gays).

Conceito[editar]

A maioria deles são passivos, ou seja, só dão a bunda mas não comem. Não é à toa que parecem mulheres, eles são as mulheres da relação pelo fato de só darem a bunda e também de serem afeminados, e são comidos pelos chamados ursos, que são os "machos" da relação. Normalmente os twinks tem o cuzinho mais gostoso e apertados que os demais gays e pegamos eles pela cinturinha fina enfiando a rola com força o que faz com que eles se apaixonem rapidamente pelo seu comedor. Falando em termos otakus, os twinks são os equivalentes dos chamados ukes, na vida real.

Os twinks são o exemplo mais famoso de gay que se pode dar (com o perdão do trocadilho), mas não se engane, há gays que são muito feios e velhos.

Exemplos de twinkies[editar]