Renee (Claymore)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Renee
Cquote1.pngNovos olhosCquote2.png
Erro ao criar miniatura: Arquivo não encontrado

Uma claymore afro?
Informações inúteis
Classificação Claymore nova
Ranking Claymore nº 6
Técnicas Ninguém sabe
Parceiros Ninguém
Status Atual Não sabe-se, provavelmente assassinada pela Riful
Símbolo Reneerank.png

Cquote1.png Você quis dizer: Claymore de dreads Cquote2.png
Google sobre Renee (Claymore)
Cquote1.png Experimente também: Afro Samurai Cquote2.png
Sugestão do Google para Renee (Claymore)
Cquote1.png Vai, vai, desperta ela! Cquote2.png
Riful achando que a Renee teria alguma utilidade.
Cquote1.png Que substituta me arranjaram... Cquote2.png
Galatea sobre Renee.
Cquote1.png Uma Claymore negra? Elas não são todas pálidas? Cquote2.png
Você ao ver Renee.
Cquote1.png Não dá para saber, o mangá não tem cor. Cquote2.png
Qualquer um sobre a ascendência de Renee.

Renee é mais uma claymore fracote da última leva de loiras saídas dos fornos industriais da organização, sendo a primeira com o cabelo com dreads, mostrando que claymores também podem gostar de reggae, ninguém sabe se ela é afrodescendente, ou simplesmente fã do Bob Marley, pois durante a transformação em bruxas dos olhos prateados as garotas descoram, virando loiras pálidas, mas nada que comprometa o hentai.

Infância[editar]

Erro ao criar miniatura: Arquivo não encontrado
Renee em uma de suas aparições, ela detém o título de o cabelo mais estiloso da organização.

Após o Bob Makihara desistir de vandalizar e abandonar seu amigo Souichiro Nagi para ir em busca de novas aventuras e de um lugar com ervas novas ele quebra a cara e se arrependendo de sair do elenco de Tenjou Tenge, e ele acaba arranjando um bico de assistente de youma secundário do anime Claymore, ele acaba indo parar na ilha, onde passa um tempo, até seu chefe ser cortado em três, sem emprego ele sai para ver se ele conseguiria virar dublê de Afro Samurai, mas ele acaba deixando algo na ilha.

Uma aldeã, acaba ficando embuchada do safado que fugiu, após diversas sessões de Cytotec ela não consegue expelir a criança e depois de nove meses nasce a Renee uma garota muito esperta, mesmo assim a mãe se livrou dela, a pôs num cesto e a colocou num rio que terminava numa queda d'água de 50 metros, mas antes dela ir para o ralo foi encontrada por uma bondosa velhinha.

Renee foi criada, e batizada, por essa mulher, ela não teve uma vida muito fácil, era muito pobre, mas havia amor na casa, a desculpa de todo pobre, o que adianta dinheiro sem amor, sendo que com uma conta bancária gorda é bem mais fácil encontrar alguém que tope te amar, dinheiro transforma sentimentos. Certa vez um homem de preto apareceu na vila.

Erro ao criar miniatura: Arquivo não encontrado
Renee pasma ao ver que o Raki, na sua versão 2.0, conseguira matar um youma.

Esse homem era estranho, manco, usava um tapa-olho, não era nem de longe um galã do nível do Ronaldinho, o cara chegava a feder. Esse homem subitamente se interessou pela jovem Renee e foi conversar com a velha que tomava conta da garota, após uma breve conversa, ele levou a menina por três chicletes e um ingresso VIP para o show do Shuichi Shindou. O cara então levou a pequena Renee com ele.

Na organização[editar]

Erro ao criar miniatura: Arquivo não encontrado
Renee e sua característica cara de susto, ela está com essa feição 80% do tempo, nos outros 20% é a cara de bunda normal às claymores.

Renee foi levada pelo cara para uma estrada e lá o homem que mais parecia uma colcha de retalhos informou seus planos para o futuro da garota, ele revelou que a comprara para servir na organização da qual fazia parte, uma sem nome, já que o pessoal de lá tem uma péssima imaginação, mas popularmente chamada de organização Claymore, esse passara a ser o futuro da jovem, um local mofado cheio de lésbicas e velhos tarados. O velho fez com ela suas necessidades noturnas e a levou para o local onde seria treinada.

Ali, Renee passou por tudo que uma claymore normal passa, foi sacaneada, levou um trote nada amigável das mais velhas, teve o corpo transformado em palco de bizarras anomalias genéticas sem contar em ter de aguentar os velhos feiosas e as outras lésbicas da organização, sangue novo sempre foi algo excitante por aquelas bandas, era só aparecer uma novinha para os feromônios entrarem na densa atmosfera do lugar.

A jovem, sofreu as mais tenebrosas dores, foi completamente fodida enquanto esteve na organização, mas lá ela também aprendeu a usar aquele espadão das mais diversas e variadas formas, aprendeu, também, a ler youki e demonstrou-se muito habilidosa com todos os procedimentos de batalha das bruxas dos olhos prateados, logo ela saiu do treinamento, ainda ostentando o número 6, da antiga enamorada da Clare, a Jean do braço de parafuso, que só de ver já dá uma tendinite desgraçada.

Erro ao criar miniatura: Arquivo não encontrado
O que ocorreu quando Renee encontrou a Riful.

Missões estranhas[editar]

Renee, após sair da organização, recebeu diversas missões que iam desde caçar e dizimar hordas inteiras de youmas, até coletar estrelas e argolinhas piscantes. Ela passou a ser a substituta da Galatea que após vários anos servindo desertou para seguir sua vocação de freira ninja cega tocadora de piano de Acapulco, Renee agora era a nova olheira da organização, tarefa que ela não cumpria tão bem quanto a antecessora que via tudo, tudo.

Nenhuma missão da garota é revelada, no entanto ela aparece quando volta a história o pirralho inútil do Raki, não mais tão pirralho (agora ele está um gatinho), não mais tão inútil, ele já consegue matar os youmas mais fracotes com suas novas técnicas de espada aprendidas durante o tempo em que passou com o Isley, com quem ele leu muitos mangás de Berserk, tanto que ele está até fazendo cosplay do super-carismático Gatts.

Lá ela encontra o Raki que acabara de matar um youma e que ainda estava atrás da Clare a única humana que lhe dera bola, meio-humana no caso, pois nenhum humano aguentaria o Raki e continuaria são. Raki pede informações sobre a Clare, no entanto Renee diz que uma número 47 era uma guerreira fraca e provavelmente já tinha ido para o outro lado, a loira, também, percebe a companhia do rapaz, a louca da Priscilla em miniatura, tanto que a bruxa dos olhos prateados até se caga ao ver a despertada. Ela diz que não sabe onde a Clare estaria e vaza, mas dá sua palavra de que se a encontrasse daria o recado.

Sendo aprisionada[editar]

Logo após ter saído do alcance do Raki, ela sente uma youki, do qual tenta fugir, mas é surpreendida pelas costas pela adoravelmente lolicon abissal do oeste, a Riful, sendo o youki que sentira o do fiel servo da abissal, o Dauf. Renee sem chances é capturada, mostrando a absurda diferença de poderes entre a número 5 e 6 da organização, já que a Rachel ainda tentara lutar, Renee foi sequer capaz disso.

Um dos pesadelos da Renee, as gêmeas siamesas abissais do mal.
Riful expondo o que a Renee tem de fazer senão...

Ela é mandada para o covil da despertada, onde tem as pernas amputadas e transpassadas por aquelas coisas que o Dauf solta pelo corpo, sem falar do braço direito, agora ela estava alçada por umas correntesà frente da Riful que com um sorrisinho na cara fez uma proposta indecente para a Renee: Ajudá-la, para ter a chance de fugir do Dauf, era isso ou morrer ali. A loira sem opção topou na hora, nessa hora chega o Dauf carregando o entulho que a Riful achara sete anos antes, após a batalha entre os abissais do Norte e do Sul.

Aparece então a fusão das gêmeas Rafaela e Luciela, gerando algo estranho, talvez uma Raciela, ou uma Lufaela, isso fica a cabo do Norihiro Yagi. A missão de Renee, como ela é boa na leitura e manipulação de youki, é dar um jeito de balançar a tranquilidade dos dois youkis dormentes e fazer o ser despertar, no caso o sentido é o de acordar mesmo. Mas Renee é secundária e fraca demais para isso, sendo necessário que a protagonista que adora se meter onde não é chamada vá até lá e após um momento hentai desperte o ser, que mais parece, depois, uma torre que cospe kakuseishas.

Após esse momento da história ninguém, ninguém, sabe o que ocorreu com Renee, dificilmente ela fugiu, pois naquele estado não teria como, talvez uma pedra tenha caído em cima dela, ou o que nascera da fusão a matara, há, ainda, teorias conspiratórias que envolvem abdução, apostas bizarras, venda de órgãos e 2 garotas e um copo.

Ver também[editar]