Desnotícias:Vai e vem dos professores no BRzão: 9 técnicos são demitidos em menos de 20 dias

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Desnoticias logo.png

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

BRASIL, o país da putaria

Perguntado a respeito do vai e vem do mercado, pofexô Luxa comentou: Cquote1.png Esses técnico (sic) de hoje em dia não sabem nada de futebol. Eles precisam aprender comigo a seguir o pojeto. Só assim se tem sucesso Cquote2.png

A vida não está fácil para os técnicos de gadobol brasileiros. Na noite de ontem (13), após perder de 4x1 em casa para o BRêmio do pai da Carol Portaluppi, Rodrigo Santana foi demitido do seu estágio em "Gestão de Pessoas no Âmbito Futebolístico", pela UPP (Universidade do Pagou-Passou), que ele fazia no Patético Mineiro. Com a saída do trainee do Gaylo, o Brasileirão desse ano chega a uma marca curiosa: em menos de 20 dias, 9 professores já foram dispensados.

Tudo começou no dia 26 de setembro, quando o Cuca Beludo foi demitido do São Paulo Fashion Week por não conseguir resultados positivos mesmo contando com um elenco cheio de estrelas decadentes: Daniel Alves, Pato, Hernanes, Tiago Volpi, Reinaldo. Curiosamente, no mesmo dia, um grande ídolo do bambizada não aguentou a pressão da panela do Cruzeiro e estourou, sendo gentilmente convidado a sair por membros da diretoria cruzeirense, Dedé, Edílson e Thiago Neves. O narigudo chato pra caralho não ficaria muito tempo sem emprego. Seu último clube, o Fortaleza, após demitir Zé Ricardo, lhe abriu as portas novamente, apesar de ter sido solenemente desprezado pelo próprio Ceni cerca de um mês e meio antes.

Rogério Senil Ceni não foi o único a perder o cargo por discutir contra os patrões. horas mais tarde, durante jogo contra o Grêmio no Maraca, o técnico do FlorminenC Tá Dormindo em Campo Ganso não gostou nadinha da substituição que o seu assistente Oswaldo de Oliveira fez e o chamou de "burro pra caralho". Oswaldão não deixou por menos e mandou logo um "Caralho é você ô babaca" (infelizmente ele não disse isso, teria sido maravilhoso) "Vagabundo' ao estilo Kassab. Como não tolera insubordinação em ambiente de trabalho, Celso Barros mandou o irmão do Senhor Waldemar passar no RH logo depois do incidente.

No Sul, a maionese do Odair azedou e a diretoria do Interregional resolveu deixá-lo ir após milhares de súplica dos cholorados que não aguentavam mais ver o time com 4 volantes todo santo jogo. Além dele, Alberto Valentim, o sedutor, não conseguiu seduzir a torcida do Avaí e levou um pé na bunda do Guga, único sócio vitalício e diretor esportivo do clube. No Hell de Janeiro, o Putfire foi obrigado a trocar de técnico pois sem o dinheiro do patrocínio do Felipe Neto não tinha mais como pagar o salário do treinador antigo. E pra completar, o Siará demitiu o Enderson Moreira, que é um técnico irrelevante e só serviu pra contar na estatística, por isso não vamos falar muito sobre ele.


Fontes[editar]

  • Vozes da minha cabeça, 14/10/2019