Al-Wahda Football Club

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Al Wahda)
Ir para: navegação, pesquisa
Al-Wahda Football Club
Escudo do Al-Wahda.png
Brasão
Hino '
Nome Oficial Al-Wadhiya Football Club
Origem Bandeira dos Emirados Árabes Unidos Emirados Árabes Unidos - Abu Dhabi
Apelidos
Torcedores
Torcidas
Fatos Inúteis
Mascote
Torcedor Ilustre
Estádio Al Nada Stadium
Capacidade
Sede
Presidente
Coisas do Time
Treinador
Pior Jogador da história Nuvola apps core.png
Melhor Jogador da história Crystal Clear action bookmark.svg.png
Patrocinador
Time
Material Esportivo
Liga Campeonato Emiradense
Divisão
Títulos
Ranking Nacional
Uniformes



Al-Wahda Football Club (pronuncia-se "A Vadia Futebol Clube") é um time de futebol nada convencional dos Emirados Árabes Unidos, porque é o único clube futebolístico do mundo que tem um viado como mascote oficial e não tem vergonha de desenhar um desse bem grandão no escudo e com um galhada enorme de chifre, porque não basta ser viado tem que ser corno também, afinal os árabes torcedores dessa equipe estão naquele estádio sem graça onde mulheres são proibidas, e quando veem uma mulher elas sempre estão cobertas, claro que os torcedores do clube se amarram numa viadagem enquanto suas esposas estão em casa dando uma com o encanador imigrante, não havendo símbolo e escudo melhor para o clube.

História[editar]

Fundação[editar]

O Al-Wahda foi fundado em 1974 pelo Al-Ain e Al-Ahli, ambos os mais tradicionais e ricos times dos Emirados Árabes, que estavam enjoados de jogarem apenas um contra o outro, então reuniram todos viados e cornos do país, fizeram um escudo com um viadão cornudo desenhado grandão no meio, e obrigou esses fracassados a jogarem. Obviamente eles nunca ganharam porra nenhuma nesse começo de história.

Por litígios de território, o Al-Wahda disputou de 1980 até 1998 o campeonato wadhiyense de futebol, o que explica porque ele nunca apareceu no campeonato emiradense nesse período, e também explica a origem do nome do clube "Al-Wahda" que significa "A Vadia" no dialeto wadhiyês, pois o time foi 20 vezes consecutivas vice campeão do campeonato wadhiyense, General-Almirante Shabazz Aladeen.

Primeiros títulos[editar]

Uma vez com a extinção da República Democrática de Wadhiya, o Al-Wahda FC reestreou no campeonato emirandense em 1999, ano no qual foi campeão nacional pela primeira vez, algo que só foi possível porque os outros times do país tiveram extrema dó e deixaram o Al-Wahda ser campeão pelo menos uma vez.

Época das "grandes" contratações[editar]

Valdivia em 2015, ensinando o Al-Wahda a catimbar e simular faltas, algo antes desconhecido no local.

Com a chegada dos petrodólares a partir da chegada dos anos 2000, o Al-Wahda viu os seus rivais contratarem craques aposentados e treinadores ultrapassados de renome mundial. O time do Al-Wahda, todavia, não pertence a nenhum sheik excêntrico capaz de bancar tanta excentricidade e estapafurdismo com tais contratações sem sentido. Mas como estaria fadado à extinção caso não imitasse os adversários com alguma contratação, o Al-Wahda se viu obrigado a contratar, mas trouxe apenas jogadores que nem os brasileiros nunca ouviram falar, como Magrão, Fernando Baiano, Denilson, Junior e outros refugiados do Brasil.

Em 2015, todavia, o time finalmente trouxe um jogador de nível de seleção, não por conseguir oferecer muito dinheiro, mas por oferecer abrigo, refúgio e asilo para Valdivia, que na época estava escapando do Palmeiras.

Títulos[editar]